(The Girl on the Train, EUA, 2016)
Suspense
Direção: Tate Taylor
Elenco: Emily Blunt, Haley Bennett, Rebecca Ferguson, Justin Theroux, Luke Evans, Edgar Ramirez, Laura Prepon, Allison Janney, Lisa Kudrow
Roteiro: Paula Hawkins (romance), Erin Cressida Wilson
Duração: 112 min.
Nota: 4 ★★★★☆☆☆☆☆☆

A Garota no Trem é um dos maiores sucessos literários dos últimos anos. Lançado no começo de 2015, a obra da escritora inglesa Paula Hawkins segue um outro sucesso recente: Garota Exemplar, de Gillian Flynn. Assim como este último, não demorou muito para que o romance ganhasse adaptação para o cinema.

O suspense que gira em torno do desaparecimento de uma das personagens tem uma boa premissa, mas se perde na execução e principalmente na construção da tensão da história. A personagem principal, Rachel (Emily Blunt) é uma divorciada com problemas de alcoolismo que pega um trem todos os dias de manhã em direção a Nova Iorque. Durante o percurso, Rachel costuma a observar a vizinhança próxima aos trilhos do trem e imaginar como devem ser determinados aspectos da vida de cada um.

Quem mais chama atenção da protagonista é o casal Megan (Haley Bennett) e Scott (Luke Evans). Megan é a babá da filha do ex-marido de Rachel, Tom (Justin Theroux) com sua nova esposa Anna (Rebecca Ferguson). Além destes, outro personagem importante da história é o terapeuta de Megan, interpretado por Edgar Ramirez.

a-garota-no-trem_interno

O problema com A Garota no Trem é que o filme não empolga em nenhum momento, sem contar que é recheado de clichês. Não demora muito para que o espectador mais atento já descubra quais são os segredos da trama. Também ficam claros os diálogos rasos e a falta de desenvolvimento das histórias secundárias.

Porém, se tem algo de elogiável no filme é a ótima atuação de Emily Blunt. Sem exageros ou estereótipos, ela se destaca fazendo uma mulher apaixonada que persegue o ex-marido e é desacreditada por conta de seu problema de alcoolismo. Uma pena o restante do elenco não ter o mesmo nível de atuação de Blunt, talvez isso ajudasse a levantar o filme, minimizando outros problemas que ele apresenta.

A realidade é que dificilmente A Garota no Trem seguirá o mesmo caminho do livro de Paula Hawkins. É mais fácil que o filme seja esquecido horas após ser assistido do que figurar nas listas de sucesso.

Um Grande Momento:
Acordando na banheira.

a-garota-no-trem_poster

Links

No IMDb