(The Hundred-Foot Journey, IND/ARE/EUA, 2014)

Drama
Direção: Lasse Hallström
Elenco: Helen Mirren, Manish Dayal, Om Puri, Charlotte Le Bon, Amit Shah, Farzana Dua Elahe, Dillon Mitra, Aria Pandya
Roteiro: Richard C. Morais (livro), Steven Knight
Duração: 122 min.
Nota: 6 ★★★★★★☆☆☆☆

A presença nos créditos de Steven Spielberg e Oprah Winfrey já indica que A 100 Passos de um Sonho será mais um daqueles filmes família, que pode trazer temas espinhosos, mas vai tratar deles superficialmente. Pois essa é uma expectativa que se cumpre.

Para direção, temos Lasse Hallström, que lá pelos idos do ano 2000 dirigiu um filme com uma temática bastante semelhante: Chocolate. No elenco temos a Dama Helen Mirren e sua qualidade constante, independente de que papel esteja fazendo.

O longa-metragem conta a história de uma família indiana que, depois de ter sua casa incendiada, parte para a Europa. Sem conseguir se adaptar na Inglaterra, onde a comida é sem gosto demais, vai para a França. Em uma cidade o carro quebra e é lá que eles se estabelecem. O problema é que o lugar para abrir o restaurante indiano da família, onde o filho Hassan exporá seus dotes culinários, fica exatamente a 100 passos do premiado restaurante de Madame Mallory.

Bastante apegados a estereótipos, o francês educado, o indiano entrão; o francês discreto, o indiano expansivo; o francês elegante, o indiano alegre e por aí vai, o filme vai tentando se construir em cima dessas diferenças culturais, o que por si só já é um problema. Porém, acaba ganhando alguns pontos na interação entre Madame Mallory, vivida por Mirren, e Hassan, vivido por Manish Dayal.

Sem querer se distanciar do objetivo de ser um filme familiar, agradável para todos, passa raspando por temas como a xenofobia e os preconceitos cultural e racial, e se dedica à culinária. São pratos e mais pratos cuidadosamente preparados, que enchem os olhos e a boca d’água. Por fim, é também a culinária que une os dois universos tão separados no filme. A culinária conquistando corações, quebrando barreiras e vencendo os preconceitos, mais ou menos por aí.

Problemas ideológicos à parte, A 100 Passos de um Sonho consegue alcançar seu objetivo de ser um filme para toda família, que conta uma história água com açúcar, com direito a brigas de vizinhos, paixões e escolhas difíceis.

Bem amarradinho e bem atuado, mesmo que seja mais do mesmo, não vai decepcionar aqueles que gostam de filmes leves e, muito menos, os que gostam de ver culinária nas telas.

Um Grande Momento:
Omelete.

A-100-Passos-de-um-sonho_poster

Links

No IMDb