Hoje não é domingo e nem esse é um top 10. Mas quem cresceu assistindo à Sessão da Tarde e suspirou por filminhos adolescentes sabe que a próxima lista, com nove títulos, merece ser publicada hoje.

John Hughes, considerado por muitos como um dos mais importantes nomes do cinema juvenil dos anos 80, faleceu ontem de ataque cardíaco, aos 59 anos, durante uma caminhada matinal.

Com várias produções de sucesso na carreira, ele era bem conhecido da colorida geração de mullets que dançava juntinho ao som de baladinhas românticas. Não que seus filmes sejam perfeitos, mas seja como diretor, produtor ou roteirista, ele soube como retratar aquela época e criou personagens inesquecíveis.

Meu Nome É Taylor, Drillbit Taylor
(Drillbit Taylor)

argumento

Para começar a lista, o filme escolhido é o último que tem sua participação. A história do pobretão que se faz passar por guarda-costas de garotos que querem se proteger dos perigos do colegial, roteirizada por Seth Rogen e Kristofor Brown, é baseada em um argumento de Hughes, que assina com o pseudônimo de Edmond Dantès, uma homenagem ao protagonista do romance O Conde de Monte Cristo de Alexandre Dumas. O clima das antigas comédias familiares dos anos 80 é bem perceptível e a participação carismática de Wilson torna tudo mais interessante.
Novatos da vez: Nate Hartley eTroy Gentile.
Nerds da vez: os perseguidos Wade, Ryan e Jim.
Encontro de Amor
(Maid in Manhattan)

argumento

Este é outro filme atual que lembra muito os antigos amores água-com-açúcar da década de 80. A história é a da empregada pobre e corajosa que, por acaso, conhece um jovem e promissor político e vive uma história de amor. O filme já entrega o seu final logo no começo e mesmo que não tenha um casal com muita química acaba conquistando o público pelo saudosismo.
Novato da vez: Tyler Posey.
Nerd da vez: o cientista político mirim Ty Ventura.
Mulher Nota 1000
(Weird Science)

roteiro, direção

Eu não sou muito fã de Mulher Nota Mil, mas não há como negar o sucesso que ele fez entre os meninos quando foi lançado em 1985. Afinal de contas, não é todo dia que se vê garotos com sutiãs nas cabeças criarem uma mulher perfeita a partir de um programa de computador. E com a cara e o corpo de Kelly LeBrock, que já tinha feito muita gente babar ao desfilar com seu vestido vermelho em A Dama de Vermelho.
Novato da vez: Anthony Michael Hall
Nerds da vez: os infomaníacos Gary e Wyatt.

Ela Vai Ter um Bebê
(She’s Having a Baby)

roteiro, direção, produção

O que acontece depois que aquele filminho bonitinho acaba? É mais ou menos como uma resposta a essa pergunta que o filme Ela Vai Ter um Bebê funciona. O belo casal formado por Kevin Bacon e Elizabeth McGovern tenta sobreviver a todos os percalços do casamento e, principalmente, à gravidez. Divertido e claramente preferido pelas meninas, ainda fez muito garoto lacrimejar escondido.
Novatos da vez: Elizabeth McGovern, Kevin Bacon e Alec Baldwin.
Nerd da vez: o especialista em literatura elizabetana Jake Briggs
Esqueceram de Mim
(Home Alone)

roteiro, produção


Um dos filmes mais repetidos nas tardes da televisão é este super sucesso dos anos 90. Tanto que é difícil encontrar alguém com mais de vinte anos hoje que não tenha visto pelo menos uma vez a improvável história de um garoto esquecido em casa pelos pais que vão à França para passar o natal. Além de cuidar da sua sobrevivência, ele tem que se livrar sozinho de dois atrapalhados ladrões. As engenhocas do pequeno Macaulay Culkin e seus gritos divertiram e irritaram muita gente por aí.
Novato da vez: Macaulay Culkin
Nerd da vez: o curioso, criativo e pequeno engenheiro físico Kevin McCallister

Antes Só do que Mal Acompanhado
(Planes, Trains & Automobiles)

roteiro, direção, produção

Agora sem adolescentes ou crianças, Antes Só do que Mal Acompanhado junta dois grandes nomes da comédia para fazer um dos mais divertidos road movies de todos os tempos. Os vários contratempos e as diferenças entre os dois protagonistas garantem boas risadas. Passagens memoráveis como a da mão entre os “travesseiros” estão entre os melhores momentos da comédia da época.
Novatos da vez: só velha guarda.
Nerd da vez: definitivamente, Neal Page é o nerd.

A Garota de Rosa Shocking
(Pretty in Pink)

roteiro, produção

Clássico absoluto das comédias românticas daquela época, A Garota de Rosa Shocking virou o filme favorito de nove entre dez adolescentes e divertiu muita gente com seus personagens. A história é a da garota pobre e dedicada que tem que escolher entre o amor do seu melhor amigo e do bonitão riquinho da escola. Além de bonitinho é um excelente meio de saber como as coisas se pareciam naquela época.
Nomes da vez: Molly Ringwald, Jon Cryer, Andrew McCarthy
Nerd da vez: o esquisitão e dublador ocasional Duckie, que nem era nerd, mas lanchava com eles.

Clube dos Cinco
(The Breakfast Club)

roteiro, direção, produção, atuação

Com muito mais hormônios, Clube dos Cinco é considerado um cult daquela geração. Quase obrigatório para todos os nascidos nos anos 70, um castigo escolar não poderia fazer mais sucesso.
A diferença entre os personagens é o ponto alto do filme, assim como sua trilha sonora, uma qualidade em quase todos os filmes de Hughes. A música Don’t You (Forget About Me), gravada pela banda Simple Minds, inclusive, virou hit instantâneo e era obrigatória em todas as matinês do mundo.
Um divertido e envolvente retrato da adolescência.
Nomes da vez: Molly Ringwald (de novo), Emilio Estevez, Anthony Michael Hall (de novo), Judd Nelson e Ally Sheedy
Nerd da vez: o inseguro e tradicional Brian Johnson.

Curtindo a Vida Adoidado
(Ferris Bueller’s Day Off)

roteiro, direção, produção, atuação

O favorito entre todos os filmes de Hughes é o clássico Curtindo a Vida Adoidado. Ver Ferris Bueller matando aula e aproveitando o dia na cidade, mesmo não sendo um bom exemplo para os mais novos, divertiu muita gente e, por incrível que pareça, ainda agrada os mais novos.
A Ferrari do pai de Cameron, a estratégia para tirar a namorada da escola, a irmã indignada, a luta do diretor com o cachorro, a engenhoca no quarto e o desfile em um carro alegórico são coisas que estão muito presentes até hoje na cabeça daqueles que viram o filme.
Daqueles que se está passando, sempre paramos para dar uma olhada. Com muito gostinho de antigamente.
Novatos da vez: Matthew Broderick, Alan Ruck e Jennifer Grey.
Nerd da vez: Cameron Frye. Só o nome já é uma lenda nerd.

Esses são os filmes de Hughes que, de algum jeito, marcaram a minha infância e a minha adolescência e foram vistos várias e várias vezes.