Banner_37mostra

Foram anunciados hoje (31), em cerimônia especial no CineSESC, os grandes vencedores da 37ª edição da tradicional Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. O júri oficial elegeu Lições de Harmonia como o melhor filme de ficção e Plano para a Paz, o melhor documentário, que também levou o prêmio do público.

Para o público, as melhores ficções foram a animação Até que a Sbórnia nos Separe (nacional) e Pais e Filhos (internacional). Entre os documentários nacionais, o escolhido foi Outro Sertão. Para a crítica, o melhor filme foi La jaula de oro, que também recebeu uma menção honrosa do júri oficial. Riocorrente foi o filme nacional premiado pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine).

Os homenageados com prêmios especiais na noite foram Hector Babenco e Ettore Scola.

Confira a lista completa de vencedores:

TROFÉU BANDEIRA PAULISTA 2013

PRÊMIO DO JÚRI
Melhor filme de ficção – Lições de Harmonia, de Emir Baigazin
Menção honrosa – La jaula de oro, de Diego Quemada-Díez
Melhor documentário – Plano para a Paz, de Carlos Agulló e Mandy Jacobson
Menção honrosa – Eu Vou Ser Assassinado, de Justin Webster

PRÊMIO DO PÚBLICO
Melhor filme brasileiro de ficção – Até que a Sbórnia nos Separe, de Otto Guerra e Ennio Torresan Jr
Melhor documentário brasileiro – Outro Sertão, de Adriana Jacobsen e Soraia Vilela
Melhor filme internacional de ficção – Pais e Filhos, de Hirokazu Kore-Eda
Melhor documentário internacional – Plano para a Paz, de Carlos Agulló e Mandy Jacobson

PRÊMIO DA CRÍTICA
Melhor filme – La jaula de oro, de Diego Quemada-Díez
Prêmio especial da crítica – Lições de Harmonia, de Emir Baigazin
Prêmio especial da crítica – O Militante, de Manolo Nieto

PRÊMIO DA ABRACCINE (Associação Brasileira de Críticos de Cinema)
Melhor filme brasileiro – Riocorrente, de Paulo Sacramento

PRÊMIO DA JUVENTUDE
Melhor filme internacional – Vai, Eddy!, de Gert Embrechts
Melhor filme brasileiro – O Menino e o Mundo, de Alê Abreu

PRÊMIO LEON CAKOFF
Na sua 37ª edição, a Mostra Internacional de Cinema homenageia os diretores Ettore Scola e Hector Babenco com o prêmio Leon Cakoff.

• Ettore Scola: pela sua imensa contribuição ao cinema, a Mostra oferece a Ettore Scola o Prêmio Leon Cakoff.

• Hector Babenco: por seu olhar preciso e corajoso sobre temas e histórias delicadas, a Mostra concede este ano a Hector Babenco o Prêmio Leon Cakoff.