Terminou ontem (16) a segunda edição do Festival de Paulínia. A cerimônia de encerramento foi marcada pela homenagem ao diretor Daniel Filho por toda a sua contribuição ao cinema nacional, que foi seguida pela exibição de seu novo filme Tempos de Paz.

O longa Olhos Azuis, de José Joffily, com o prêmio Menina de Ouro, foi o grande vencedor da noite na categoria ficção. Só Dez Por Cento É Mentira, de Pedro Cezar, ficou com o prêmio de melhor documentário. Entre os curtas, Timing, de Amir Admoni, e Spectaculum, de Juliano Luccas, foram eleitos os melhores.

O prêmio especial do júri ficou com o longa de Luiz Villaça, Contador de História, que estréia nos cinemas em 7 de agosto.

A noite foi encerrada com um show da banda Os Paralamas do Sucesso.

Confira a lista dos vencedores:

Longa-metragen – Ficção

Melhor Filme

Prêmio Especial do Júri

  • O Contador de Histórias, de Luiz Villaça

Melhor Direção

Melhor Roteiro

Melhor Ator

  • Marco Ribeiro, Paulo Mendes e Cleiton Santos, por todos de O Contador de Histórias.

Melhor Atriz

  • Cristina Lago, por Olhos Azuis
  • Silvia Lourenço e Maria Clara Spinelli, por Quanto Dura o Amor?

Melhor Ator Coadjuvante

Melhor Atriz Coadjuvante

Melhor Figurino

Melhor Trilha Sonora

Melhor Direção de Arte

Melhor Som

Melhor Montagem

Melhor Fotografia

Longa-metragen – Documentário

Melhor Filme

  • Só Dez Por Cento é Mentira, de Pedro Cezar

Melhor Direção

  • Roberto Berliner e Pedro Bronz, por Herbet de Perto

Curta-metragem – Regional

Melhor Filme

  • Spectaculum, de Juliano Luccas

Melhor Direção

  • Caue Fernandes Nunes, por Quem Será Katlyn?

Melhor Roteiro

  • Pedro Struchi, por Prós e Contras

Melhor Ator

  • Alexandre Caetano, por Prós e Contras

Melhor Atriz

  • Roseli Silva, por Morte Corporation

Melhor Montagem

  • Caue Fernandes Nunes , por Quem será Katly?

Melhor Fotografia

  • Marcelo Mazzariol, por Spetaculum

Curta-metragem – Nacional

Melhor Filme

  • Timing, de Amir Admoni

Melhor Direção

  • Érico Rassi, por Milímetros

Melhor Roteiro

  • Érico Rassi, por Milímetros

Melhor Ator

  • Fábio Di Martino, por Milímetros

Melhor Atriz

  • Débora Falabella, por Doce Amargo

Melhor Montagem

  • Amir Admoni, por Timing

Melhor Fotografia

  • André Modugno, por Relicário

Prêmio da Crítica

Melhor Filme de Ficção

Melhor Filme de Documentário

  • Moscou, de Eduardo Coutinho

Júri Popular

Melhor Filme de Ficção

  • O Contador de Histórias, de Luiz Villaça

Melhor Filme de Documentário

  • Caro Francis, de Nelson Hoineff

Melhor Curta-metragem Nacional

  • Nesta Data Querida, de Julia Rezende

Melhor Curta-metragem Regional

  • Quem Será Katlyn, de Caue Fernandes Nunes