Terminou ontem (4) à noite a 19° edição do festival ibero-americano de cinema Cine Ceará.

O filme do brasiliense José Eduardo Belmonte, Se Nada Mais Der Certo, com estréia nos cinemas nacionais prevista para o próximo dia 14 de agosto foi o grande vencedor da noite com os troféus de melhor longa, direção, montagem e ator, para Cauã Reymond.

Outro filme consagrado na noite foi o documentário Humberto Teixeira – O Homem que Engarrafava Nuvens. O longa, dirigido por Lírio Ferreira e produzido pela filha de Teixeira, levou os prêmios da crítica, Oscarito, BNB e os troféus de melhor roteiro e som.

Entre os curta-metragens concorrentes, Os Sapatos de Aristeu e Superbarroco chamaram a atenção do júri.

Confira a lista completa de vencedores:

Melhor longa-metragem

Melhor Direção

Melhor Fotografia

  • Jorge Crespo (Haroldo Conti – Homo Viator)

Melhor Montagem

Melhor Roteiro

  • Lírio Ferreira (Humberto Teixeira – O Homem que Engarrafava Nuvens)

Melhor Trilha Sonora

Melhor Som

  • Zezé Dalice e Waldir Xavier (Humberto Teixeira – O Homem que Engarrafava Nuvens)

Melhor Direção de Arte

  • Erick Grass (Os Deuses Quebrados)

Melhor Ator

Melhor Atriz

  • Annia Bú (Os Deuses Quebrados)

Melhor Curta-metragem

  • Os Sapatos de Aristeu, de René Guerra

Melhor Direção

  • Gilberto Scarpa (Os Filmes Que Não Fiz)

Melhor Fotografia

  • Ivo Lopes (Montanha Mágica)

Melhor Montagem

  • Vinicius Calderoni (Os Sapatos de Aristeu)

Melhor Roteiro

  • René Guerra (Os Sapatos de Aristeu)

Melhor Som

  • Alessandro Laroca (Silêncio e Sombra)

Melhor Direção de Arte

  • Dani Vilela e Karen Araujo (Superbarroco)

Melhor Ator

  • Everaldo Pontes (Superbarroco)

Melhor Atriz

Menção Honrosa

  • Sweet Karolynne, de Ana Barbara Ramos

Melhor Produção Cearense

Melhor Curta da Mostra Fortaleza – Verde Imagem

  • As Crianças e a Mata, de Gerardo Damasceno

Prêmio Especial do Júri

  • Coração do Tempo, de Alberto Cortés

Prêmio Oscarito da Câmara Municipal de Fortaleza

  • Denise Dummont – produtora de Humberto Teixeira – O Homem que Engarrafava Nuvens

Prêmio BNB (Melhor Produção com Temática Nordestina)

  • Humberto Teixeira – O Homem que Engarrafava Nuvens, de Lírio Ferreira.

Pitching Globo Filmes

  • Menino no Espelho, de Guilherme Fiuza

Prêmio Canal Brasil

  • O Sapato de Aristeu, de René Guerra