Foram anunciados na noite de ontem (21) os vencedores do 18º Fica – Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental. O documentário La Supplication, uma coprodução da Áustria, Ucrânia e Luxemburgo dirigida por Pol Cruchten, foi um dos destaques da cerimônia, levando para casa o principal prêmio da noite, o de melhor obra, e sendo escolhido pela crítica especializada como o melhor filme exibido no evento.

O longa-metragem goiano Taego Ãwa, dirigido pelos irmãos Marcela e Henrique Borela, foi o filme escolhido pelo júri popular, além de receber o prêmio de melhor produção local.

Confira a lista completa de vencedores:

Mostra Competitiva Fica 2016
Melhor obra – Troféu Cora Coralina: La Supplication
Melhor longa-metragem – Troféu Carmo Bernardes: Remember Your Name, Babylon
Melhor média-metragem – Troféu Jesco Von Putkamer: Phum Shang
Melhor curta-metragem – Troféu Acary Passos: La Petit Pousse
Melhor filme do Júri Popular – Troféu Luiz Gonzaga Soares: Taego Ãwa
Melhor filme do Júri Especializado: La Supplication
Melhor Produção Goiana – Troféu João Bennio: Taego Ãwa
2a Melhor Produção Goiana – Troféu José Petrillo: E o Galo Cantou

Premiação 14ª Mostra ABD Cine Goiás
Prêmio Eduardo Benfica para o melhor filme documentário: Febre da Madeira, de Daniel Nolasco
Prêmio Fifi Cunha de melhor filme de animação: Vida de Boneco, de Flávio Gomes de Oliveira
Prêmio Beto Leão para o melhor filme de ficção: Jonatas, de Getúlio Ribeiro
Prêmio Martins Muniz de melhor filme experimental: Silêncio Não Se Escuta, de Rochane Torres e Tive Fome Colhi Sede, de Rafael Freire
Prêmio de melhor direção: Daniel Nolasco, pelo filme Febre da Madeira
Prêmio de melhor roteiro: Getúlio Ribeiro, pelo filme: Jonatas
Prêmio de melhor ator: Jonatas Borges, pelo filme Jonatas
Prêmio de melhor atriz: Mariana Nunes, pelo filme Blaxploitation: A Rainha Negra
Prêmio de melhor direção de fotografia: Rei Souza, pelo filme Muitos Me Seguem , Mas Só Deus Me Acompanha
Prêmio de melhor direção de arte: Úrsula Ramos, pelo filme E O Galo Cantou
Prêmio de melhor trilha sonora original: Sankirtana, pelo filme Reincidência
Prêmio de melhor som: Vasconcelos Neto, por sua participação diversificada em três produções Tereza Bicuda, Leblon Marista e Jonatas
Prêmio de melhor montagem/edição: Fabrício Cordeiro e Luciano Evangelista, pelo filme Leblon Marista