Entre os dias 11 e 31 de março, o Centro Cultural Banco do Brasil realiza a 10ª Mostra do Filme Livre (MFL) , evento que desembarca na capital paulista pela primeira vez, depois das outras nove edições realizadas no Rio de Janeiro. A edição paulista promoverá exibições gratuitas no CCBB, no Centro, com retirada de senhas uma hora antes de cada sessão. Os organizadores esperam atrair cerca de oito mil pessoas, entre as duas capitais (a mostra acontece também no CCBB Rio de Janeiro).

Para comemorar os 10 anos da mostra, os curadores se debruçaram no acervo de 2.300 filmes já exibidos a um público de mais de 33 mil pessoas para desenhar as sessões “Retrospectivas Livres”. “Um retrato da produção de filmes livres na primeira década do século XXI”, explica Guiwhi Santos.

Além disso, a MFL também faz sessões especiais como a Mundo Livre, com filmes feitos por brasileiros no exterior, a Pílulas, com filmes de até quatro minutos, a Mostrinha Livre, com curtas infantis, e a Invisível, com filmes rejeitados pela curadoria que passarão pelo crivo do apito popular.

O evento também promove, no dia 24 de março, às 19h45, o lançamento de dois livros: Cinema de garagem, de Dellani Lima e Marcelo Ikeda, e Filme Livre! Curando, mostrando e pensando filmes livres!, organizado por Marcelo Ikeda. No mesmo dia haverá uma mesa redonda com os curadores Christian Caselli, Guilherme Whitaker e Marcelo Ikeda, que traçarão um panorama da evolução da produção audiovisual independente no Brasil nos últimos 10 anos.

Entre no site www.mostradofilmelivre.com, para acessar a programação completa da MFL e também ter mais detalhes dos filmes.

Serviço:

Data: 11 a 31 de março de 2011
Local: Cinema do CCBB (70 lugares)
R. Álvares Penteado, 112, Centro – Próximo às estações Sé e São Bento do Metrô
Entrada: Franca
Classificação indicativa: de acordo com a sessão